Crítica: Anomalisa

Por Amanda Mascarenhas

FICHA TÉCNICA

Direção: Charlie Kaufman, Duke Johnson
Roteiro: Charlie Kaufman
Elenco: David Thewlis, Jennifer Jason Leigh, Tom Noonan
Gênero: Animação
País: Estados Unidos
Duração: 1h30min
Lançamento: Dezembro de 2015

poster

Segundo longa-metragem de Charlie Kaufman (em parceria com Duke Johnson), roteirista responsável por filmes como “Quero Ser John Malkovich” (1999), “Adaptação” (2002) e “Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças” (2004), “Anomalisa” (2015) é uma animação em stop-motion que tem como foco a crise existencial do protagonista Michael Stone.

Michael (dublado por David Thewlis) é um famoso escritor que vai para a cidade de Cincinnati para palestrar sobre as ideologias de seu livro sobre atendimento ao cliente. No hotel em que se hospeda, ele reencontra uma pessoa do passado, um antigo relacionamento, e, por acaso, acaba conhecendo uma mulher diferente de todas as outras: Lisa (dublada por Jennifer Jason Leigh), uma mulher com alguns problemas de personalidade por quem Michael se apaixona perdidamente.

Continuar lendo

Anúncios

Ricardo Parreiras: lenda viva do Rádio Mineiro

Por Amanda Mascarenhas, Flávia Drummond e Renata Cló

“Eu não tenho idade, tenho vida”

535

No dia 17 janeiro de 1928, na pequena cidade do interior de Minas Gerais, Bonfim, nasceu José Parreiras de Oliveira, caçula dos três filhos de Augusta. Ninguém imaginava que naquele dia de verão um dos maiores nomes do rádio brasileiro havia nascido.

Hoje, aos 88 anos, conta que quando menino não tinha rádio em casa porque sua família era muito pobre, mas sempre arrumava um jeitinho de escutá-lo. Ia para casa dos amigos e vizinhos que possuíam o aparelho. Ricardo Parreiras, como é conhecido hoje, fala entusiasmado e com sentimento nostálgico de como o aparelho radiofônico era importante e valioso. Segundo ele, o artefato era enorme e ocupava o lugar mais importante da casa: o centro da sala de estar. Na casa do vizinho o rádio era enfeitado com uma jarra de flores em cima. Nos fins de tarde a sua programação era ir para casa dos amigos para escutar “A Hora do Fazendeiro”, programa de rádio que está no ar até hoje na Rádio Inconfidência. Mal sabia ele que o seu destino o levaria até lá, do outro lado do rádio.

Continuar lendo