Corte de recursos do governo federal fecha 7.000 vagas no Senai e em outras entidades do Sistema S

Por Amanda Mascarenhas

A previsão de corte de até 30% dos recursos destinados às entidades do Sistema S no orçamento do governo federal para o próximo ano já causa prejuízos aos trabalhadores do Sistema S (Senai, Sesi, Senac, Sesc, Sebrae, Senar, Sest, Senat e Sescoop) em Minas Gerais. Somente o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) confirmou o fechamento de 7.000 matrículas para 2016. O assunto foi debatido, nesta quinta-feira (03), na Assembleia Legislativa, durante audiência pública requerida pelo presidente da Frente Parlamentar da Indústria Mineira, deputado Dalmo Ribeiro (PSDB).

“Requeri essa reunião para debater o risco de fechamento das escolas profissionalizantes vinculadas ao Sistema S. Essa medida será mais um revés para a indústria e para os seus trabalhadores em um ano de reajuste de carga tributária, que acarretou em demissões e fechamento de empresas”, afirmou Dalmo Ribeiro.

A proposta de usar parte dos recursos do Sistema S é para reduzir o buraco nas contas da União em 2016. A Lei Orçamentária Anual da União para o próximo ano encontra-se em tramitação no Congresso Nacional.

Geral

Prejuízos para a educação mineira

O gerente de operação do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) em Minas, Luiz Eduardo Notini, falou sobre as ações que serão tomadas em virtude do contingenciamento ao Sistema S pelo governo federal. “Infelizmente, vamos precisar reduzir o número de matrículas no próximo ano em cursos de aprendizagem industrial e em cursos técnicos gratuitos. Serão 7.000 pessoas que perderão a oportunidade de ter uma profissão. Uma das demandas que temos em todo o Estado é a qualificação da mão de obra e isso será afetado com essa medida”, afirmou.

O coordenador de Formação Profissional do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Luiz Ronilson, destacou o impacto que a medida do governo federal causará aos trabalhadores rurais de Minas Gerais.

“Em torno de 50.000 trabalhadores da área rural deixarão de ser treinados no próximo ano. Os cursos do Senar são uma das armas que temos para que o êxodo rural não aumente entre os jovens. Essa redução de capacitações também resultará na queda da produtividade do setor”, avaliou Luiz Ronilson.

O superintendente do Serviço Social da Indústria (Sesi), Lúcio Sampaio, também protestou contra a medida do governo federal. “Esse corte previsto de 30% é de recurso arrecadado pela indústria para ser investido em seu trabalhador. Essa medida do governo federal impactará, fortemente, em áreas como cultura, esporte, lazer e educação. O Sesi oferece educação de qualidade, resultado disto é que nove dos 10 primeiros lugares do Enem 2014 são de alunos formados em nossa instituição”, destacou.

O Senai atende 175 mil alunos e o Sesi possui 13 mil estudantes em todo o Estado. Em 2015, o orçamento do Sesi e do Senai em Minas pode chegar a R$ 800 mil, mas poderá sofrer um corte drástico no próximo ano em razão do contingenciamento.

“Essa decisão do governo federal enfraquece a oferta de mão de obra qualificada, justamente em um momento que o país enfrenta uma gravíssima crise econômica. Os trabalhadores não podem ser penalizados por uma medida que mostra a falta de planejamento diante da crise ao estabelecer soluções ineficazes e que evitam cortes efetivos nas contas e nos gastos públicos”, concluiu Dalmo Ribeiro.

_____________________________________________________________________________

Texto originalmente publicado em: http://deputadodalmoribeiro.com.br/corte-de-recursos-do-governo-federal-fecha-7-000-vagas-no-senai-e-em-outras-entidades-do-sistema-s/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s