Pediatra dá dicas de hidratação para crianças, adultos e idosos

Por Amanda Mascarenhas

A água é fundamental para todas as pessoas, e em algumas circunstâncias, ela é mais importante que a comida. De acordo com o pediatra José Guerra Lages, diretor do Hospital Infantil São Camilo, é fundamental que todos adquiram o hábito de beber água. “O ideal é que você não tenha sede, não espere ter sede para tomar água. Quando você tem sede, é sinal de que você já está com carência de água no organismo”, alerta.

Outro aspecto fundamental que o médico aponta é prestar atenção à urina. “Sempre que a urina estiver escura, é sinal de que você está tomando pouca água. Se você está urinando bastante e ela está com cor clara, significa que você está tomando água suficiente”, esclarece.

Com relação às crianças, o Dr. José Guerra explica que “a criança pequena não pede água, tem se que oferecer o líquido para ela várias vezes, pois os pais não sabem se ela está com sede”. Quando a criança é maior, a sede é o que a motiva a tomar água. “Assim como nos adultos, uma boa forma de verificar se a criança está ingerindo água suficiente é a cor da urina”, destaca.

Também é importante sempre oferecer água para os idosos, pois eles sentem menos sede com o passar da idade, o que não significa menor necessidade de ingerir água. O Dr. Guerra acrescenta que principalmente quando o tempo está seco e se toma a sol, deve-se aumentar a quantidade de líquido ingerido, para todas as idades.

Dr. José Guerra: “Quando você tem sede, é sinal de que você já está com carência de água no organismo”

Dr. José Guerra: “Quando você tem sede, é sinal de que você já está com carência de água no organismo”

Um recurso importante que pode se esgotar

O Brasil já enfrenta o problema da escassez de água e estados de São Paulo Paulo já sofre com o fantasma do racionamento e da falta de água para consumo. Em Minas Gerais, o problema ainda não é tão grave, mas o abastecimento pode sofrer riscos. De acordo com Companhia de Água e Abastecimento de Minas Gerais (Copasa), das 631 cidades que atende no Estado, após as chuvas dos últimos dias, somente as cidades de Alto Jequitibá, Candeias, Campanha, Igarapé, Neolândia, Rodeiro, Rio Novo e Urucania, estão apresentando intermitências no abastecimento de água em alguns momentos do dia. A Companhia tem tentado minimizar os impactos nestas cidades, por meio de rodízio do abastecimento, manobras operacionais diárias, mudança dos pontos de captação e perfuração de poços profundos.

Na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), a produção de água está normal nos sistemas da bacia do Rio das Velhas e do Paraopeba, sendo este último composto pelos sistemas Rio Manso, Serra Azul e Várzea das Flores. A Copasa informa que está trabalhando com sua capacidade máxima de produção, o que tem garantido o abastecimento nas cidades da região, entretanto, está em alerta permanente, uma vez que a vazão dos mananciais caiu significativamente em relação às médias esperadas para este período. As barragens do sistema Paraopeba, mesmo com as chuvas dos últimos dias, continuam abaixo do volume esperado para o período. Já o nível das águas do Rio das Velhas está praticamente recuperado com as últimas chuvas.

Para evitar que essa escassez se torne um problema muito grave, é importante combater o desperdício e adotar medidas práticas no dia a dia. Confira abaixo algumas dicas que a Copasa preparou para ajudar os consumidores a evitarem o desperdício de água:

– Fique atento a vazamentos: Se notar variação anormal de consumo em sua conta, procure por possíveis fontes de vazamento, como, por exemplo, em vasos sanitários e torneiras.

Sempre que possível, reutilize: A mesma água pode ser usada mais de uma vez nas atividades domésticas. Um bom exemplo é utilizar água armazenada em balde para lavar o carro e também limpar pisos ou demais superfícies da residência.

– Água não é vassoura: Evite “varrer” a calçada com água. Utilize vassoura e não mangueira para esta ação.

– Balde: Quando for lavar o carro, reserve a água em um balde. Assim não se desperdiça tanta água.

– Economize na cozinha: Antes de lavar a louça, retire os restos de comida e mantenha a torneira fechada enquanto estiver ensaboando.

– Roupas: Se possível, acumule o máximo de roupas para lavá-las de uma só vez. Enquanto escova ou ensaboa as peças, a torneira deve ficar fechada.

– Banhos rápidos: Banhos demorados devem ser evitados. Somente 5 minutos são suficientes para higienizar todo o corpo. Barbear ou lavar peças de roupa são práticas a serem evitadas debaixo do chuveiro.

– Lavatório: Ao fazer a barba ou escovar os dentes, mantenha a torneira fechada. Abra somente quando e pelo tempo que for necessário.

_____________________________________________________________________________

Texto originalmente publicado em: http://www.portalmedicinaesaude.com.br/blog_single79.html 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s